quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

Chuva


E mais uma vez a chuva. Ainda bem que chegou. Irrita-me isto dos pés molhados, é certo. Irrita-me o cabelo cheio de vontade própria, disposto a fazer-me pagar por todas as regras que lhe impus no resto do ano. Irrita-me o trânsito e irritam-me solenemente os condutores chuvisqueiros. Irrita-me ainda mais a falta de luz, e a subsquente tristeza que se vive desde manhã. Irrita-me o cheiro a humidade vindo das roupas dos outros. Irritam-me os chapéus de chuva alheios, que quase nos arrancam os olhos enquanto andamos pelos passeios. Irrita-me o meu chapéu de chuva, molhado, que nunca sei onde deixar. Irritam-me as calças, que se encharcam nas poças.

Irritam-me muito mais coisas, mas já estou farta de estar a debitar. Mas gosto do cheiro da chuva. Gosto do som que faz enquanto bate na janela. Gosto da possibilidade de tardes e noites passadas à lareira (que nunca acontecem). E gosto sobretudo que me traga a sensação de inverno e, com ela, a noção de que é Natal. O espirito natalicio de que tanto se fala por aí.

Mas o que verdadeiramente adoro, é a esperança que a chuva traz com ela. A de que se vá embora e que o sol volte de novo.

Estou farta desta neura de inverno.

4 comentários:

Extra Jalapenoooooo disse...

Podes sempre brincar com a pilinha do gato.

ASAE on-line disse...

Cara colega bloguista, gostaria de saber porque é que inicia o seu texto dizendo "Ainda bem que a chuva chegou" e depois no corpo do mesmo se limita a dizer tudo o que odeia nela.

A comunidade dos blogues não é para amadores, ou há um nexo nos textos, ou então escreve só para si no seu diário e não massa os outros com os seus temas.


Agradecendo que rectifique desde já a sua escrita,

Agente Infiltrada da ASAE On-Line

Extra Jalapenooooooo disse...

A colega por acaso nao percebeu q a bloguista trabalha na agricultura?!
Nota-se logo pela pronuncia..

ASAE FORA disse...

Olhe, cara ASAE on-line, eu se fosse a si, começava por verificar a ortografia. Massa? Estamos a falar de quê? Da massa o alimento? É que se sim, então está muito bem. Mas pareceu-me que a colega se referia a maçar de aborrecer e, claro, como escrito já por mim, é com ç.

Ai colega, colega, gosto muito de si mas tem que aprender a escrever!