quarta-feira, 11 de março de 2009

Rogério Casanova

Agora que se sabe quem ele é, o Rogério Casanova perdeu a piada toda. Já não vamos poder especular noite fora sobre quem seja tal pessoa e, ainda por cima, já não o vamos poder ler que acabou com o blogue ou fechou-o para os seus novos amigos,  a grupeta maravilha da nossa nata intelectual. O grupinho fechado. Os populares do Liceu (sim, que isto no fundo continua a ser um liceu, e a blogoesfera o recreio) já não são os giros, sexys, atraentes e burros, mas a malta cool dos blogues que até se pode dar ao luxo de ser feia e andar mal vestida. Agora, meus senhores, para a plebe resta comprar o livro, que o homem já escreve há muito tempo de graça. Claro que o livro já o lemos antes aqui no ecrã, antes de sermos excluídos, por isso vai ficar na FNAC a ganhar pó. Mas o romance está para breve, gentis pessoas, descansai. Ao que consta virá para as bancas em menos de um ano (depois não se queixem que eu não vos digo nada). Até lá, espero que não nos enjoemos todos com a digníssima pessoa, que está por aí citada em demasia. E tudo o que é demais, enjoa (gosto sempre de dar a minha contribuição para a ruína alheia e por isso estou a promover o enjoo). E agora vou ler o Le Carré, um verdadeiro senhor, de quem - julgo eu - o Rogério Casanova nunca falou. 

2 comentários:

Uli Sequeira disse...

ontem também foi dada a conhecer uma imagem do Shakespeare ao mundo.

Perdeu a piada toda?

Anônimo disse...

este país é mesmo uma merda: aquele palhaço na fotografia é resultado do photoshop e os comensais fizeram a merda toda sem dizer uma palavra ao casanova. agora bem podem esperar porque tão cedo nem o conhecem mesmo nem vai haver blog para ninguém. é o resultado da brincadeira idiota que decidiram fazer. esta gente não deve ter mesmo mais nada para fazer. cambada de caralhos!