quinta-feira, 26 de junho de 2008

Diálogos


- Achas que sou extremamente fútil?

- Bem...É esse o lado que mostras mais de ti. O lado da personalidade que mais vincas. Acho que é uma maneira de te protegeres.

- De me proteger?

- Sim.

- Mas achas que lá porque me gosto de divertir, comprar roupas giras, ir à praia, não posso  ter mais conteúdo?

- Sim. Poder podes. Mas às vezes não se nota. 

- Porquê?

- Todos temos tendência para avaliarmos e definirmos as pessoas por uma única característica, aquela que mais salta à vista. Depois, durante anos, agarramos-nos a essa ideia.

- Então o problema não é meu. É de quem avalia. É terrível ser uma mulher bonita e feliz. Ninguém acredita que possamos ser, também, inteligentes. Talvez seja uma ideia demasiado assustadora e intimidante.



2 comentários:

Rafael Stuart disse...

YAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
concordo plenamente! Somos belas vitimas de viloes com pequenas mentes!
fodasse!

Mary Poppins disse...

Tou nem aí...
Tou nem aí...

Cheio de ignorantes que só estão bem a opinar está o Mundo cheio.

O segredo é não deixar que ninguém te conheça em profundidade...guarda tudo para ti. Ficas muito mais rica e não tens de os aturar!